A consultoria de estilo e nossas inspirações

Outro dia recebi na caixinha de perguntas do Instagram (já me segue? @nayaratognere) a seguinte questão: “se eu admiro um estilo, por que me visto de outro?” Isso tem tudo a ver com consultoria de estilo! Sabe aquela roupa que você comprou porque achou linda mas continua no armário com etiqueta? Ou aquela blogueira que você segue mas não “tem coragem” de vestir as roupas que ela usa. Então…

Às vezes tentamos copiar, ou ficamos frustrados por não conseguir replicar o estilo de pessoas que a gente vê na rua, segue no instagram, famosas ou mesmo nossas amigas. Mas a grande questão é que é muito comum confundir essa admiração e esquecer de olhar para o que realmente importa: você.

Eu passei muito por isso quando atendia noivas, elas sempre tinham um milhão de fotos no celular e muitas vezes eram casamentos irreais, com itens que elas não conseguiriam sequer ter no Brasil (culpa do Pinterest! rs).

Você pode olhar uma imagem (uma roupa, um cabelo, uma cor) e aquilo simplesmente fazer bem aos seus olhos mas não necessariamente faz parte de você, te representa. Pode até ser que algum item no vestuário dessa pessoa que você admira funcione na sua vida, mas talvez você precise de adaptações, aquele item em outra cor, outro tecido, outro comprimento…

A maioria das pessoas responde que “não tem” um estilo e a verdade é que todo mundo tem um estilo, só não sabe interpretá-lo ou traduzi-lo em roupas. Aí que entra a consultoria de estilo, te mostrando os caminhos para fazer isso!

E olha só os termos que usei acima: “interpretar” e “traduzir”, porque é isso! Roupas são signos e transmitem significados. Por isso é importante LER toda a imagem, analisar cada item, pensar o que realmente faz sentido na SUA vida. Esse é um papo longo mas eu adoro, ainda vou falar muito disso. Tudo que a gente veste vai transmitindo mensagens para quem nos enxerga e para nós mesmos quando nos olhamos no espelho. E isso acontece sem a gente perceber.

Pensa quando você veste uma lingerie e se acha sexy, ou quando se prepara para um casamento e se acha elegante… Só que nem sempre esses significados são “óbvios” (lingerie = sensualidade, longo = elegância), muitas vezes são sutilezas que nosso cérebro vai identificando através de códigos culturais e sociais. São os cortes, os detalhes, as cores… por exemplo, uma mesma roupa em diferentes cores transmite diferentes sensações. Ó: um vestido preto de renda pode ser sexy mas o mesmo vestido em tom de rosa pode ser romântico.

Então, pra começar agora a praticar: veste sua roupa preferida de todas e olha ca-da de-ta-lhe-zi-nho dela e me conta por quê você gosta dela?

You may also like

Deixe um comentário