5 dicas para a primeira prova do vestido de noiva

Assim que acontece o pedido, a maioria das noivas já começa a imaginar e pesquisar como será o vestido escolhido. Foi assim com você? Mesmo que você ainda não tenha pensado muito sobre isso, o momento vai chegar e é bom estar preparada!

1 – A minha dica principal é: considere o traje completo. Parece uma dica boba mas não é. O vestido é a primeira escolha no traje, neste momento não é necessário ter os complementos ainda (como sapatos e acessórios). Porém, se você deseja usar um acessório específico, como uma coroa ou joia de família então pense se esse estilo de acessório combina com o vestido que escolheu para não descobrir só depois de vestido escolhido que aquele acessório tão importante não combina. Ou se você deseja usar o cabelo solto, é importante que o vestido não tenha um decote muito alto. Enfim, é muito importante ter essa visão geral de como você imagina.

2 – Tenha em mente o modelo que você procura. Pesquise referências anteriormente e leve as imagens ao atelier, principalmente se você não for familiarizada com os nomes de tecidos e estilos que procura. Se você chega no atelier sem saber conversar sobre o modelo (ninguém que não trabalha com isso precisa saber cortes ou tipos de tecidos né) e sem imagens, ficará muito difícil para alguém entender você. Quando as clientes chegam a mim na consultoria, em geral, estão meio perdidas então cabe a mim especificar essas referências e guiá-las em relação aos termos (isso tudo é enviado em um material digital com imagens e texto). Mas, se você não tem uma consultora, é essencial ter imagens de referência, com o que você gosta e o que você não gosta!

3 – Tenha em mente um foco e seja fiel ao estilo que procura, mas esteja aberta a mudar de opinião ou aceitar que nem tudo estará de acordo com o que você esperava: pode ser que o vestido que você viu pendurado e não gostou seja o modelo perfeito para você quando vestir. E o contrário também pode acontecer, muitas vezes o que você sonhou a vida inteira na verdade não passa de sonho. Pode não funcionar para o seu biotipo ou até mesmo não é o que você realmente quer. E tá tudo bem! Mas é sempre importantíssimo manter sua essência e entender se aqui é realmente o que te representa em forma de vestido.


4 – Não leve muitas pessoas com você. Duas pessoas no máximo são o suficiente para te dar aquele apoio oral. Escolha BEM e prefira pessoas de confiança e (principalmente) que tenham um estilo próximo ao seu para não ser influenciada de forma negativa. Imagine você, toda básica, que gosta de um estilo mais leve, leva sua melhor amiga (que AMA excessos e bordados), ela vai sempre torcer o nariz para suas escolhas. Pode ser que agora você pense que isso não vai fazer diferença porque ela te ama mas, quando você estiver a um triz de bater o martelo na escolha do vestido, ela pode fazer aquele comentário que vai te deixar insegura! Melhor evitar o risco.


5 – Busque fornecedores dentro do seu estilo. Assim você evita frustrações de ambos os lados, tanto por não conseguir que aquele estilista te entenda quanto para ele que não vai conseguir te atender da forma que você espera. Cuidado também ao visitar lojas que você já sabe que não cabe no seu orçamento. 

 

Com a consultoria de estilo você já chega aos fornecedores que tem o seu perfil (avaliado anteriormente) e também com um dossiê que te diz passo a passo o que te valoriza (cortes, tecido, decotes, formatos e cores). Tudo personalizado para que você possa entender como valorizar suas caracaterísticas. Saiba mais por email ([email protected]) ou telefone (27) 99907 9481.

You may also like

Deixe um comentário